FAB comemora o dia das Aeronaves de Asas Rotativas.

 

Década de 1980 – Aeronave UH-1H do 5/8 Gav, Santa Maria, RS.  Instruçao com E.B.

A Força Aérea Brasileira (FAB) comemora hoje, dia 3 de fevereiro, o dia das aeronaves de asas rotativas. Esta data rememora os feitos heróicos dos Tenentes Ércio Braga e Milton Naranjo e dos Sargentos João Martins Capela Junior e Wilibaldo Moreira Santos, que, em 1964, cumpriam missão de paz da ONU na República do Congo, quando resgataram, com um helicóptero H-19, tripulantes e missionários prestes a serem capturados por rebeldes fortemente armados.

As principais características das Asas Rotativas são a flexibilidade e a versatilidade na hora do pouso, permitindo que as aeronaves cumpram uma diversidade de missões. Um helicóptero é capaz de chegar a locais de difícil acesso, possibilitando, por exemplo, operações de Busca e Salvamento e ações humanitárias. É também uma importante arma de guerra atuando no transporte de tropas, ataque a blindados e veículos e missões especiais.

 

 

 

 

 

UH-60 do 5/8 Gav. Domingo aéreo na AFA.
A direita, Super Puma presidencial, anos 90.
Abaixo, A-H2 Sabre . Estréia na Cruzex 2013

 

Texto: FAB
Fotos : site asasmetalicas.

 

.

Brumadinho: Base dos bombeiros em Córrego do Feijão…

Terça feira, 29 de Janeiro de 2019

O dia está amanhecendo, os primeiros raios de sol aquecem o topo das árvores e aqui, na comunidade do Córrego do Feijão , os bombeiros já iniciaram o seu trabalho, dando continuidade aos serviços pesados interrompidos durante a madrugada. Reunidos desde as 06:00 h em frente a igrejinha, o grupo está recebendo o briefing das atividades do dia e as devidas orientações. Aos poucos os helicópteros vão chegando e as equipes partem para a área atingida, iniciando um revezamento que se estenderá ininterruptamente até o cair da noite.

 

 

 

 

 

 

 

No entorno da Igreja Nossa Senhora das Dores, há uma grande operação de apoio aos envolvidos no resgate. Um grande Quartel General foi montado , com um constante fluxo de policiais, bombeiros, imprensa, caminhões e caminhonetes trazendo água e alimentos . E a todo momento, os helicópteros pousando e decolando, transportando os bombeiros para a área de buscas e, eventualmente, trazendo corpos das vítimas. Somente os bombeiros militares e os militares de Israel trabalharam na área  atingida pelo lamaçal, os voluntários e apoio não tiveram acesso .

Conversando com os bombeiros pude constatar o grau de entrega à missão, estão motivados, ansiosos para embarcar e atuar no local das buscas.  Uma perfeita coordenação aérea permite que diversas aeronaves operem no pequeno campo de futebol, com grande margem de segurança . No local estiveram em operação o Eurocopter  EC-145 prefixo PR-UEA,  Helibrás AS350 Esquilo prefixos PP-BBM, PP-SAV, PP-ESQ (Polícia Civil ), PP-EJK (Policia Militar), PP-OBM ( Rio de Janeiro)  e o Bell 407 prefixo PT-YZG (Polícia Rodoviária). Os demais helicópteros operaram a partir da Base montada em Brumadinho.

Bombeiros civis voluntários e ajuda internacional

Na Base de  Córrego do Feijão encontramos bombeiros civis voluntários auxiliando nos trabalhos. O governo do estado recusou a ajuda de bombeiros que vieram de outros estados, ordenando seu retorno. Somente cinco bombeiros foram autorizados a atuar na Base, todos provenientes de Osasco, SP.  Pertencem ao Instituto Corpo de Bombeiros Civil Voluntários do Estado de São Paulo e atuam a partir de 2 bases na cidade sede. O Cmt Osmar Ferreira nos falou da atuação do grupo nos desastres de N.Friburgo, enchentes de Sta Catarina e no apoio à Defesa civil de Osasco.  Aqui em Brumadinho estão auxiliando no recebimento de corpos, controle de acesso e outras tarefas administrativas.
Ombreando com os bombeiros militares avistamos vários israelenses utilizando enxadas, pás e as mãos na remoção de detritos procurando por vítimas dentro dos destroços de um  ônibus soterrado. Pertencem a uma unidade que está sempre 24 horas disponível para atuar em qualquer parte do país e também do mundo. Já estiveram atuando em diversas calamidades em outros países. O foco é resgatar vidas, entre escombros e soterramentos, infelizmente aqui em Brumadinho a lama as ceifou.

 

 

 

 

 

 

 

Cães farejadores
Diversos cães estão trabalhando junto com seus parceiros humanos. Conhecemos o Sgt Welesson e o Border Collie “Bolt” ! Ele é um dos muitos cães que estão sendo empregados com sucesso nesta tarefa, tanto pelos bombeiros de Minas Gerais quanto por bombeiros de outros estados e também de Israel. Bolt tem 3 anos de idade e o Sgt Welesson diz que ele terá uma vida ativa até por volta dos 8 anos, quando se aposentará. Tradicionalmente, após encerrar a carreira o tratador o leva para sua casa.

 

 

 

 

 

 

 

O site asasmetalicas se solidariza com as famílias atingidas por esta catástrofe e parabeniza a todos os heróis que estão trabalhando incansavelmente para minorar a dor e o sofrimento de todos.

Texto e imagens: Reinaldo Neves

 

França anuncia a compra de 28 caças Rafale, em um contrato de 2 bilhões de euros.

O governo francês assinou um contrato com a Dassault Aviation, no valor de 2 bilhões de euros,  para a compra de 28 novas aeronaves Rafale . O pacote inclui também o financiamento para a versão F4 deste caça, que deverá estar pronto em 2024. Entretanto, algumas novas capacidades estarão disponíveis a partir de 2022 e serão incorporadas a este lote de novos Rafales. O anúncio foi feito pela Ministra de Defesa da França, Florence Parly, durante visita à planta da Dassault Aviation em Mérignac.  Estava acompanhada do CEO da empresa, Eric Trapier.

Além deste anúncio, Florence participou que, em 2023 se encomendarão outros 30 Rafales, todos da versão F4, com previsão de entrega entre 2027 e 2030. Dentre as melhorias do novo modelo citamos um radar mais avançado, melhorias no capacete (Helmet-Mounted Display) um novo sistema de gerenciamento central de dados de combate, além de alguns novos sistemas de armas como o míssil ar-ar MICA NG,  sistema Ar-Terra AASM e um novo pod designador de alvos.  O Rafale F4 contará também com novas soluções de conectividade, melhorando sua capacidade de operação em Rede.  Segundo a ministra, o novo avião melhorará sobremaneira a sua capacidade de gerenciar dados, graças ao novo software. Já o o CEO da empresa ressaltou que o Rafale continuará sendo uma referência mundial  tanto como aeronave de combate quanto também como produto de exportação.

Para conhecimento, o Rafale F1 foi específico para o primeiro contrato com a Marinha da França. O modelo F2 incluiu novas capacidades ar-ar e ar-terra, enquanto os modelos F3 e F3-R aumentaram sua versatilidade.  A Marinha Francesa recebeu seu primeiro Rafale F3-R no dia 10 de janeiro, tendo sua modernização sido realizada nas oficinas da AIA Bretagne, sob as ordens do Ministério da Defesa.

 

Fonte: defensa.com
Fotos: www.asasmetalicas.com.br

 

.

 

Último spotting de 2018 em Confins, MG.

O último dia de 2018 amanheceu com muita chuva em Belo Horizonte e região metropolitana. Mas, todo belorizontino sabe que não há final de ano sem chuva e não foi diferente desta vez. Mas o aguaceiro que desabou sobre a capital mineira não impediu o comparecimento de um grupo de spotters  ao terraço do Aeroporto de Confins, para fechar o ano com um bate papo agradável sobre o hobby e fotografar as aeronaves pousando sob a chuva. Durante o período da manhã um grupo de cerca de 20 spotters compareceram ao terraço , relembrando os eventos do ano, as novidades do setor aéreo e conjecturando sobre o futuro  da aviação no país e novos eventos para os entusiastas. No pátio de aeronaves a AZUL comandou a manhã, preenchendo os espaços com Airbus, E-Jets e ATRs.  Mas a cereja do bolo foi o Airbus A-318 da Avianca, presença raríssima em Confins.
Desejamos um ano de 2019 cheio de vôos seguros, pessoas felizes e muitas imagens bonitas em nossas câmeras!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Spotters em Confins – Foto Lucas Ulhoa

 

Spotters “Raiz” , a experiência no evento

 

.

Voa o protótipo do Leonardo TH-119

 

Foi realizado hoje o primeiro vôo de prova do Helicóptero de treinamento TH-119, modelo projetado de acordo com as especificações da Marinha dos Estados Unidos. O projeto visa substituir toda a frota de TH-57 Sea Ranger. O Grupo Leonardo espera conseguir já no início do próximo ano a certificação IFR (vôo por instrumentos), tornando-se assim o único helicóptero monomotor  capaz de operar em conformidade com a Certificação IFR.
O vôo foi realizado na planta da empresa situada na Filadélfia, local onde se fabricam todos os modelos AW119. O piloto de provas, Patrick McKernan, confirmou que o helicóptero respondeu excelentemente ao vôo, tanto pelas capacidades de vôo quanto pela aviônica. Caso vença a seleção e seja escolhido, a planta da Filadélfia fabricará e dará suporte a uma frota de 125 aeronaves.

Fonte: Leonardo

 

.

Powered by WordPress | Designed by: Best SUV | Thanks to Toyota SUV, Ford SUV and Best Truck