T-129 ATAK, da Turquia, em roadshow no Brasil.

Encontra-se no Brasil um helicóptero modelo T129 ATAK, desenvolvido pela  TAI (Turkish Aerospace Industries) para o mercado militar. A aeronave desembarcou no dia 22 de março em São José dos Campos, trazida a bordo de um cargueiro IL-76.
Na Agenda, estão previstas apresentações hoje, dia 26, na sede do BAVEX em Taubaté, dia 28 em Brasília e exposição estática na LAAD, de 2 a 5 de Abril. O Exercito brasileiro vem buscando adquirir um helicóptero dedicado, específico para reconhecimento e ataque, visando preencher esta lacuna em seu acervo. O T129 ATAK possui 2 assentos em tandem, podendo receber uma grande variedade de armas, incluindo foguetes, mísseis e metralhadoras.

 

Dia do Especialista da Aeronáutica.

Hoje se comemora o Dia do Especialista da Força Aérea Brasileira. Leia a nota oficial da FAB:

” O detalhe! Aquele fator que somente olhos, ouvidos e mentes altamente especializados são capazes de perceber. Não raro, um fator determinante na solução da pane de uma aeronave, na precisão da elaboração de um projeto ou documento, na aplicação exata da prescrição do médico, no treinamento de seguidas gerações de soldados, na disponibilização e proteção da informação pelos sistemas de TI, na decisão da aeronave que arremete e aquela que segue para o pouso. Diuturnamente, disciplinadamente, essa é a rotina do Especialista da Aeronáutica!

Homens e mulheres que, com DISCIPLINA, AMOR E CORAGEM, tornam honrosa a celebração do 25 de março, Dia do Especialista de Aeronáutica que é uma homenagem à data de criação da Escola de Especialistas de Aeronáutica, fundada em 25 de março de 1941, apenas dois meses após o nascimento do Ministério da Aeronáutica, em 20 de janeiro de 1941. Desde então, o mesmo senso patriótico permeia a história de cada militar especialista da Força Aérea Brasileira.

Levando a termo o desafio de ser responsável por uma área de 22 milhões de quilômetros quadrados, a chamada Dimensão 22, os especialistas da Aeronáutica provêm o necessário elo entre as diretrizes do alto-comando da Força e sua concretização. Nesse sentido, encontramos importante atuação dos especialistas na moderna elaboração de sistemas e aplicativos, que tem permitido racionalizar a utilização de mão de obra, alocando esse precioso recurso na atividade-fim.

Projetos de alta complexidade, como o Programa Estratégico de Sistemas Espaciais – PESE, ou a introdução de aeronaves de altíssima tecnologia, como o caça F-39 Grippen NG e o cargueiro KC-390, demandam cada vez mais qualidade dos técnicos envolvidos. Também, o cenário de mudanças tecnológicas e socioeconômicas requer uma assessoria cada vez mais elaborada. Nesse sentido, em consonância com a premissa estabelecida pelo Plano Estratégico Militar da Aeronáutica – PEMAER, os recursos humanos estão no centro das prioridades.

Com esse objetivo, o Programa de Capacitação e Valorização do Corpo de Graduados, que contempla os projetos Capacitação Continuada e Graduado-Master, está em curso. Já há 14 Suboficiais Especialistas exercendo a função Graduado-Master e as próximas turmas que irão realizar o Curso de Graduado-Master estão sendo avaliadas. Os Cursos de Aprimoramento 1 e 2, para os 3S e 2S respectivamente, também se tornarão realidade em breve. Com isso, um fluxo de capacitação é criado, e as capacidades cognitivas e o nível técnico profissional são aprimorados nessa valiosa porção do efetivo.

A engenharia projeta as asas que a intendência ajuda a se tornar realidade, alçando voo com aviadores. Os especialistas formam, no conjunto, um todo eficaz. O cenário mostra-se desafiador, mas promissor. Muitas são as mudanças em curso e a capacidade de adaptação, ajuste, superação e crescimento serão mais uma vez provadas, e aprovadas. É tempo de, como nunca, estar certo de sua característica, ESPECIALISTA, característica forjada desde a formação, que o leva a olhar aos astros e além, portanto “AGIGANTA TUA OBRA SEM PAR SOB O CÉU DESTE GRANDE BRASIL”!

Tenente-Brigadeiro do Ar Paulo João Cury

Comandante-Geral de Apoio da Aeronáutica

 

 

 

 

 

 

 

 

Painel “Berço dos Especialistas”                                        Desfile de Especialistas Veteranos

Voa o protótipo do Sikorsky-Boeing Defiant.

No dia 21 de março, em West Palm Beach, Florida, a aeronave Sikorsky-Boeing SB 1 Defiant realizou seu primeiro vôo. Este revolucionário projeto , desenvolvido pelas duas empresas atende aos requisitos da próxima geração de helicópteros prevista pelo Army`s Future Vertical Lift Program.
“ O Defiant tem a previsão de operar com o dobro do alcance e próximo do dobro de velocidade dos helicópteros convencionais, mantendo as mesmas capacidades de operação a baixa velocidade”, disse Dan Spoor, vice presidente da Sikorsky.  “Esse design proporciona um desempenho excepcional na área de operação militar, onde prevalece a manobrabilidade, capacidade de sobrevivência e flexibilidade. Estamos entusiasmados com os resultados do voo de hoje e estamos ansiosos por um programa de testes de voo emocionante. ”
A aeronave possui um motor impulsor na cauda e um rotor coaxial com dois conjuntos de asas rotativas.

Fonte: Sikorsky

 

A Saab estará na LAAD 2019.

Saab Gripen, da República Tcheca, fotografado  durante Centenário da aviaçao militar da Polônia.


A SAAB,  grupo sueco dedicado ao desenvolvimento de sistemas de defesa e segurança aeroespacial estará na LAAD 2019.  A empresa é bastante conhecida no Brasil pela fabricação do caça Gripen, vencedor da concorrência  promovida pelo governo brasileiro e que irá equipar a nossa Força Aérea.
A empresa apresentará  soluções  exclusivas para a proteção terrestre, marítima e aérea , tais como o míssil portátil RBS 70 NG VSHORAD  e um navio caça-minas, além do próprio Gripen. O grupo SAAB  desenvolve ainda uma grande gama de equipamentos para o setor, fabricando aeronaves de patrulha marítima,  AEW&C   , aeronaves não tripuladas UAV de asas fixas e também de asas rotativas , sistemas anti-blindados, camuflagens, radares, bombas inteligentes e mísseis  e até torres de controle para aeroportos.
Na LAAD 2019 a empresa estará no estande J.10.

 

 

 

.

Terceiro piloto salvou 737 Max em seu penúltimo vôo.

Boeing 737 Max.

Segundo divulgado hoje pela Bloomberg, o Boeing 737 Max da Cia Lion Air, que se acidentou no dia 29 de outubro, matando todas as pessoas a bordo, esteve em perigo semelhante no vôo anterior. Neste vôo, havia um terceiro piloto, de folga, voando no “jump seat”, um terceiro assento situado atrás dos 2 pilotos e  que é utilizado em instrução ou eventualmente em transporte de outros pilotos.  Durante o vôo a aeronave teve sérios problemas de controle e este piloto orientou o comandante do Vôo a identificar e corrigir o problema, evitando a provável queda.  No dia seguinte, voando com outra tripulação o avião caiu poucos minutos após a decolagem.

Estranhamente este importante fato não constou do relatório do Comitê Nacional de Segurança de transporte da Indonésia, divulgado em 28 de novembro.  Com certeza será mais um importante dado que ajudará a elucidar o que vem acontecendo com o 737 Max.

Imagem: Boeing

 

 

.

Powered by WordPress | Designed by: Best SUV | Thanks to Toyota SUV, Ford SUV and Best Truck