FUMAÇA 65 anos: Um domingo acrobático!

 

 

 

 

 

 

 

Reinaldo Neves

No dia 13 de agosto a Esquadrilha da Fumaça comemorou 65 anos de sua criação, abrindo mais uma vez os portões de sua casa, a Academia da Força Aérea, para um público de 60.000 pessoas. Ao longo de sua existência a Esquadrilha tem sido o principal “cartão de visitas” da Força Aérea Brasileira, habitando o imaginário de nossas crianças, incentivando nossa juventude e emocionando a todos os brasileiros que se deslocam de todos os rincões para assistirem a sua apresentação.

 

 

 

 

 

Esquadrilha CEU

 

Neste ano uma importante modificação foi implementada, a aquisição de ingressos antecipadamente, em diversos lotes, amplamente divulgados nas redes sociais e nos meios de comunicação da própria FAB. Os ingressos eram gratuitos e o objetivo foi oferecer plenas condições de infraestrutura e segurança para o público, evitando assim congestionamentos e uma lotação excessiva.

HALCONES DEL CHILE

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para este jornalista a principal diferença em relação aos eventos anteriores foi a priorização do espetáculo “acrobacia aérea”. Durante o dia desfilaram e se apresentaram dezenas de acróbatas, em equipes ou individualmente , preenchendo o espaço aéreo  com um festival de manobras, aeronaves coloridas e muita fumaça branca!. No ar, um total de seis esquadrilhas, algo extremamente raro em um show aéreo e ainda, equipadas com aeronaves diferentes. Esquadrilha da FUMAÇA, com o A-29 Super Tucano,  HALCONES del Chile, equipados com o X-300L, Esquadrilha CEU, voando aeronaves VANS RV-7 e RV-8, Esquadrilha EXTREME, voando os lendários NA T-6 e ainda um Beech -18, Esquadrilha COMETA, voando os T-27 Tucano e Esquadrilha APOLO, com os  T-25 Universal.  Estes dois últimos “teans” são formados por instrutores da própria Academia.

 

 

 

 

 

 

 

ESQUADRILHA DA FUMAÇA

 

 

 

Também se apresentaram diversos aeromodelistas, voando réplicas perfeitas miniaturizadas  de aeronaves acrobáticas. Haviam Sukhoys, Extras, T-27 Tucano e até NA T-6. Nas apresentações “solo” citamos Marcio Oliveira com seu SU-26, Cmts Lidio Bertolini e Denis Schwarzenbeck. Nas duas apresentações a Esquadrilha EXTREME abrilhantou o evento com o lançamento de paraquedistas, que coloriram o céu com seus velames e realizaram manobras conhecidas como TRV (trabalho relativo de velame) quando 2 ou mais paraquedistas descem agrupados, encaixados sobre o velame do que está abaixo.

 

 

Esquadrilha EXTREME

 

 

 

 

 

No solo, um helicóptero SH-16 Seahawk  da marinha, aeronaves T-25 e T-27 da Academia, um clássico Antonov AN-2, aeronaves acrobáticas e um caça A-4 da marinha, que retornou à sua Base  durante o evento, realizando 3 passagens sobre a pista. Uma grata surpresa para o público e entusiastas foi a presença, estática, do mais novo produto da nossa indústria aeronáutica, o Embraer KC-390.  O cargueiro está em sua fase final de homologação e a partir de 2018 começará a ser entregue a FAB, substituindo os veneráveis C-130 Hércules.

 

 

 

 

 

 

 

FUMAÇA e HALCONES                                            CALASSA e seu  14 BIS

Estacionado do outro lado das pistas era visível a figura de um dirigível. Tratava-se do ADB-3-X01, fabricado aqui no Brasil e lançado recentemente pela empresa  Airship. No transcorrer do dia o dirigível realizou algumas passagens sobre a pista e após o final das atividades brindou aos últimos assistentes com belas imagens  ao por do sol. Também para aqueles que ficaram até a segunda e última apresentação da FUMAÇA , duas gratas surpresas: um vôo em ala com a Esquadrilha HALCONES e ao final do show a apresentação da réplica do 14 BIS, pilotada por Alan Calassa  realizando uma decolagem e sobrevôo da pista , saudado ao final pela FUMAÇA..

Agrademos à Esquadrilha da Fumaça e Academia da força Aérea pelo grandioso evento, demonstrando uma organização impecável e alto profissionalismo de seus militares.

 

Texto e fotos:  Reinaldo Neves

EUA aprovam venda de 12 aeronaves A-29 para a Nigéria.

O Departamento de Estado dos Estados Unidos noticiou a aprovação de uma venda no valor de 593 milhões de dólares para a Nigéria. Trata-se de uma venda de equipamentos militares, realizada através do FMS (Foreign Military Sales), sistema de venda do governo norte americano para países amigos. No pacote estão inclusos 12 aeronaves modelo Super Tucano A-29.

A justificativa para esta venda seria a necessidade de um combate mais eficaz ao grupo extremista Boko Haram. Os entendimentos iniciaram em 2015, mas o Presidente Obama manteve congeladas as negociações, alegando preocupações com os direitos humanos no país.

A administração Trump, por sua vez,  liberou a venda das aeronaves visando justamente a segurança de populações eventualmente atingidas no combate ao grupo radical. Por este motivo está   incluso um amplo pacote de treinamento para as equipagens nigerianas.

 

Fonte: Defense news

 

.

 

LABACE completará 15 anos em sua próxima edição.

 

 

 

 

 

 

 

 

Entre os dias 15 e 17 de agosto acontecerá em São Paulo mais uma edição da LABACE , Latin American Business Aviation Conference & Exhibition . Neste ano a feira completa 15 anos de existência, tendo se tornado a maior feira de aviação executiva da América Latina  e a segunda do mundo. Segundo os organizadores ao longo destes anos foram exibidas um total de 603 aeronaves para um público de 134 mil visitantes.

 

 

 

 

 

 

 

A  LABACE é uma feira de produtos para a aviação executiva. Entre as empresas expositoras estão os maiores fabricantes de aviões e produtos relacionados, acompanhados por aqueles que fornecem serviços para empresas e / ou aeronaves.

Ao longo dos três dias, os expositores – empresas nacionais e estrangeiras, fabricantes, operadores, oficinas de manutenção, interiores, equipamentos e de novos aeroportos para a aviação geral – mantém o público atualizado com todas as novidades do setor.

Maiores informações no site : http://www.abag.org.br/labace2017/port/index.html

 

Fonte: ABAG

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.

Domingo Aéreo , dia 13 de Agosto.

 

Domingo, dia 13 de Agosto acontecerá o evento Domingo Aéreo, promovido pela Academia da Força Aérea Brasileira, na cidade de Pirassununga, SP. Este é um evento tradicional no circuito dos shows aéreos no país, atraindo sempre dezenas de milhares de  entusiastas e admiradores da aviação e de nossa Força Aérea. Neste ano a Esquadrilha da Fumaça está comemorando 65 anos de sua fundação e durante o dia muitas aeronaves estarão em exposição estática e dezenas em apresentação em vôo.

Além da estrela do evento, a Esquadrilha da Fumaça , teremos as seguintes aeronaves:

Halcones, “team” de demonstração da Força Aérea do Chile.

Esquadrilha CÉU, do Rio de Janeiro.

Esquadrilha “Extreme”, de São Paulo

Esquadrilhas “Apolo” e “Cometa”, da AFA.

Réplica do 14 BIS e dirigível AirShip

Tuareg Aerobatics e ainda os  Cmts Villela,  Lídio, Marcio, Dennis e Luiz.

 

 

 

 

 

 

 

No solo, apresentação estática de diversas aeronaves, destacando-se o novíssimo cargueiro KC-390, da Embraer. Confirmados também apresentação da Banda de Música da AFA, veículos do Exército Brasileiro e presença do astronauta Marcos Pontes.

Somente terão acesso portadores de ingresso adquiridos gratuitamente no site www.domingoaereo.com.br,  que ainda está com vagas em seu último lote .

 

 

.

Coisas que você só vê em Oshkosh…

 

Com certeza nunca vimos tudo na vida. As vezes vemos coisas que chegamos a duvidar do que estamos vendo, coisas que somente com uma série de fotografias poderemos comprovar  e relembrar. Passeando pelas vias no “Air Venture”, em Oshkosh, entre um e outro avião,  parei em frente a um supermercado e fiquei um bom tempo não acreditando no que eu estava vendo. Eu viajara através das Américas para ver e fotografar aviões raros, clássicos e experimentais mas não estava preparado para aquilo.  Um triciclo ? Velocípede ? Um banheiro portátil…motorizado ?  …e com o jornal do dia para uma relaxante leitura ? Estava absorto em minhas dúvidas quando o proprietário “daquilo”  saiu do mercado, colocou suas compras dentro do recipiente de descarga do vaso; ou seria bagageiro ? Sentou-se no “trono”, assento ou banco, passou as pernas nas calças arriadas, deu a partida e displicentemente foi embora. Fiquei pensando…e se o guarda de trânsito o para?  Vai pedir os documentos do vaso, ops banheiro, humm…do triciclo…

O problema é estacionar e algum ébrio achar que é banheiro público…

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.

Powered by WordPress | Designed by: Best SUV | Thanks to Toyota SUV, Ford SUV and Best Truck