Antonov An-225 Mriya: Veja como foi a passagem do gigante pelo Brasil!
4332
post-template-default,single,single-post,postid-4332,single-format-standard,bridge-core-1.0.5,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode_grid_1300,qode-theme-ver-18.1,qode-theme-bridge,disabled_footer_bottom,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.2,vc_responsive

Antonov An-225 Mriya: Veja como foi a passagem do gigante pelo Brasil!

Reinaldo Neves

A aeronave Antonov An-225 Mriya, maior avião do mundo, encerrou ontem a noite sua passagem pelo Brasil e voou para Santiago do Chile, destino de sua carga. Durante dois dias as cidades de Campinas e Guarulhos tiveram a oportunidade de presenciar a passagem deste gigante dos ares, único exemplar de seu tipo. Por onde passa o avião causa alvoroço entre entusiastas, funcionários dos aeroportos e população em geral, que em grande número buscam áreas próximas ao aeródromo para visualizarem-no. Veja agora como foi a passagem do Antonov no Brasil:

 

Início

Na quinta feira, dia 10, o avião partiu de sua base, na cidade de Kiev e voou para Leipzig, na Alemanha. Na chegada, um incidente quase cancela toda a operação; princípio de incêndio em um de seus motores, que causou um atraso de um dia no cronograma, mas não afetou a continuidade da missão.

No sábado, dia 12, o Antonov voou para o Aeroporto de Keflavik, próximo a cidade de Reikjavik , na Islândia. A noite, decolou para o Canadá, efetuando uma parada técnica na Base Aérea Canadense de Goose Bay, região da Terra Nova e Labrador.

No domingo, dia 13, a aeronave  voou para Houston, no Texas, que foi seu último ponto de apoio antes da chegada ao Brasil. A Cia operadora do avião cancelou as paradas técnicas em Miami e no Suriname , optando por um vôo direto até Campinas, mantendo inalterado o cronograma original para os aeroportos paulistas.

 

Chegada a Campinas

Na segunda, dia 14, por volta das 11h o avião pode ser visto surgindo na longa final, abaixo de densas nuvens causadas pelas severas condições climáticas e suavemente, as 11:05 os trens de pouso principais tocaram a pista do aeroporto de Viracopos . Instantes depois o piloto baixou o nariz do avião, as rodas da bequilha também tocaram o solo e o gigante correu pela pista com seus 32 pneus. Após o término da aterrissagem o Antonov taxiou até a área de estacionamento dos cargueiros, ocupando um espaço originalmente destinado para 3 aviões. Durante o processo de pouso e taxiamento todas as operações dos demais aviões foram suspensas. Durante o dia foi carregado um sistema de suporte para a carga principal, pesando cerca de 30 toneladas. A noite o Antonov decolou para Guarulhos, local onde receberia, enfim, sua carga destinada ao Chile.

Chegada a Guarulhos

A administração do Aeroporto de Guarulhos reservou uma grande área junto ao Terminal 1 , local onde a carga e guindastes já estavam posicionados.  A partir das 22:30h dezenas de funcionários do aeroporto já se movimentavam no local , revisando procedimentos, delimitações de áreas de acesso e outras providências. As 23:38 o avião aterrissou em Guarulhos em sua segunda visita a este aeródromo, e alguns minutos depois deixou a pista de taxiamento e estacionou em frente ao conjunto carga/guindastes. A operação atraiu a atenção de todas as pessoas,  que lotaram as janelas e mirantes disponíveis, passageiros, entusiastas e também os trabalhadores no aeroporto. Junto à imprensa também estava uma equipe do canal Discovery, filmando para o programa megaconstruções. Por volta da meia noite iniciou-se a abertura do compartimento de cargas, através da elevação do nariz do avião, que se abre para cima, semelhante a abertura de um porta malas de automóvel.

Carregamento

A carga era composta de um transformador fabricado pela ABB, com um peso de 150 toneladas. Este transformador irá substituir um similar no complexo  elétrico de Nehuenco, próximo a Santiago, o qual foi destruído por um incêndio.  O processo de carregamento de uma carga compacta e muito pesada exige um sistema de trilhos com relativa extensão e poderosos guindastes. A precisão tem que ser extremamente acurada pois ao chegar na entrada do compartimento de cargas do avião, a carga deverá estar totalmente alinhada, sendo muito difícil ajustes internos em uma carga deste peso.  A equipe técnica encarregada desta etapa encontrou dificuldades neste alinhamento, sendo alterado o horário da decolagem  de 08h para as 14h e posteriormente para 19:30.

Partida

Após sucessivas mudanças no horário de decolagem o Antonov An-225 finalmente cerrou o compartimento de cargas, deu a partida nos motores , taxiou até a pista e as 22:45h decolou para Santiago do Chile. Sua carga, com um peso total de 182 toneladas é a mais pesada carga já  transportada nas Américas e a segunda maior do mundo.   Um mistério que não conseguimos desvendar foi o valor deste frete, que com certeza deveria constar no livro dos recordes!

 

Agradecimento:

Agradecemos a Administração do Aeroporto de Viracopos pelo convite e o apoio para o registro deste evento.

Agradecemos também a GRU Airport  pelo credenciamento e acesso ao pátio do terminal.